Aguarde, carregando...

A SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE, TURISMO E CULTURA DE DIANÓPOLIS REALIZA PARCERIA COM A ASSEGTUR, COMTUR E NATURATINS

Dia 13/01/2021

Com o objetivo de atrair parcerias em prol do desenvolvimento do turismo em Dianópolis e região, a Secretaria de Meio Ambiente, Turismo e Cultura (Sematuc) da Prefeitura de Dianópolis realizou nesta segunda-feira, 11, uma reunião com membros da Associação de Desenvolvimento e Produção Associada das Serras Gerais do Tocantins (Assegtur) e o Conselho Municipal de Turismo ( Comtur).

 


Na ocasião, foram discutidas algumas estratégias para o desenvolvimento das Serras Gerais, como a implantação de plano municipal de turismo que é uma ferramenta que tem o intuito de contribuir com o desenvolvimento da atividade em âmbito municipal, apresentando estratégias e ações voltadas ao incremento e estruturação do turismo no local.  

 


O vice-prefeito Aurélio Araújo, participou da reunião e ponderou acerca do desenvolvimento do turismo em Dianópolis. “Fomentar essa atividade vai ao encontro daquilo que buscamos como gestão. Com um trabalho eficiente conseguimos efetivar diversos projetos. Essa parceria é muito bem-vinda, pois traz a vivência de quem lida com a atividade na prática. Estamos prontos para viabilizar melhorias no turismo de nossa Dianópolis”, salientou.

 


O secretário de meio ambiente, turismo e cultura, Magno Gledson Romão Moura disse que Dianópolis é uma cidade privilegiada pelas belezas naturais e vasta biodiversidade. Mas, é preciso haver capacitação, “É preciso haver mais investimentos nas infraestruturas e realizações de cursos e capacitações para receber o turista”, disse o Secretário

 


Dianópolis e região tem grande potencial turístico, especialmente nas áreas de culinária, atrações naturais, turismo religioso, eventos artesanais e feiras na região.

 


Para a presidente da Assegtur, Fernanda Tainã. " Dianópolis possui muitos atrativos naturais como cavernas, cachoeiras, nascentes, rios e corredeiras, mas também guarda muitas histórias. O centro histórico da cidade ainda exibe casarões da época colonial, testemunhos de uma história repleta de movimentos sociais e lendas.  O Sudeste é forte, as Serras Gerais são gigantes e com profissionalismo, vamos alavancar a nossa região”, ressaltou.

Além disso, foi tema de discussão o fomentar aos registros no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). Pensar no bem-estar do turista como ferramenta de inclusão foi assunto importante, mencionado pela Bióloga do Naturatins, Juliana Calmon, “O turismo é um importante transformador de economias e sociedades, pois promove a inclusão social e gera oportunidades de emprego e renda”, pontuou.

 


Participaram da reunião

A  vice-Presidente da Assegtur (IGR), Esther Rodrigues de Carvalho da Cruz, a gestora de hortelaria, Hiane Maranhão Costa e o Presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Dianópolis, Francisco Viana.

 


Saiba mais sobre as Serras Gerais

A Região das Serras Gerais, localizada no sudeste do Tocantins, formada por 22 municípios, sendo que atividades turísticas ocorrem em 9 municípios: Almas, Arraias, Aurora do Tocantins, Dianópolis, Lavandeira, Natividade, Pindorama, Rio da Conceição e Taguatinga.

 


As Serras Gerais do Tocantins fazem parte da maior cadeia de serras do Brasil e, além das maravilhas naturais, guardam tradições, arquitetura colonial, história e cultura como as Cavalhadas, as festas do Senhor do Bonfim e do Divino Espírito Santo, entre outras festas folclóricas e religiosas herdadas do colonialismo e da era do ciclo do ouro, como em Natividade, quando o município era grande produtor de joias. Ainda são encontradas, para compra, joias artesanais fabricadas por artífices locais.

 


Em toda a região, o ecoturismo é propiciado por uma profusão de rios, cânions e cachoeiras como em Dianópolis, município que também guarda tradições ancestrais dos povos quilombolas. Em meio a fauna, a flora e outras belezas naturais, o visitante pode apreciar também os centros históricos de Natividade, Dianópolis e Arraias, que em suas ruas estreitas e muros de pedra construídos por escravos guardam memórias da história do Tocantins.

 


Há ainda, as formações rochosas, serras, o cânion encantado, cachoeirinha, cachoeiras, o arco do sol e o rio azuis, considerado o menor rio do Tocantins e o terceiro menor do mundo. O Azuis tem apenas 147 metros de comprimento e fica no povoado de mesmo nome, na cidade de Aurora do Tocantins. Trakking, mergulho, rafting, trilha, canoagem, banhos de cachoeira, contemplação da natureza e muitas outras atividades podem ser praticadas em toda a região tocantinense das Serras Gerais.