ACESSIBILIDADE -A +A Cadastre-se | Ir para a busca

| Modo Escuro

Prefeitura prestigia a retomada da romaria da Sucupira e defende valorização da cultural local

Paralisada por dois anos, por conta da pandemia de covid-19, os devotos, romeiras de Nossa Senhora do Rosário e do Divino Espírito Santo se reuniram durante cinco dias de fé, cultura, tradição e amor.

A Romaria da Sucupira é uma tradicional celebração religiosa que acontece, anualmente, no primeiro final de semana do mês de agosto, na zona rural do município de Dianópolis. Centenas de devotos se deslocam por meio da estrada de barro, em procissão para buscar, no santuário, bênçãos para si e suas famílias.

A Prefeitura de Dianópolis esteve presente durante toda a peregrinação religiosa e acompanhou, junto com os romeiros e visitantes, o encontro das Folias de Nossa Senhora do Rosário e do Divino Espírito Santo, Missas, batizados, levantamento do mastro em homenagem a Nossa Senhora do Rosário e pelo Divino Espírito Santo. A população se mobiliza para fazer a festa valer a pena e valorizar a cultura local.

“Essa valorização da nossa cultura é algo que a gente precisa fomentar. Essa Romaria tem um significado especial pra mim, pois quando menino andava na garupa da bicicleta do meu pai, que era romeiro, para buscar as bênçãos e partilhar deste encontro da fé e emoção”, ressaltou o prefeito José Salomão.

O secretário de meio ambiente, turismo e cultura (Sematuc), Magno Moura, afirmou que “o fruto de um trabalho coletivo é o que move a Pasta, especialmente na valorização da cultura, que é, sem dúvidas, nosso maior patrimônio. Ficamos felizes e já na expectativa para o próximo ano”.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) preparou um espaço físico adequado para atendimentos em saúde a todos que visitaram a Romaria, com atendimentos de enfermagem e ambulância. A presença do programa da Semus, “Mais Saúde Dianópolis”, foi um diferencial na romaria.

“Tenho muito orgulho da nossa equipe. Nossos profissionais de saúde são guerreiros, trabalharam arduamente no período da pandemia e agora, mesmo com o número de casos controlados, os mesmo profissionais trabalham comprometidos nos festejos religiosos da cidade de forma humanizada”, ressaltou o secretário da Semus, Israel Leite Furtado.

A Secretaria de Obras e Transportes também marcou presença com a manutenção de toda estrada, especialmente no trecho da serra. Além disso, com a manutenção e suporte em toda a parte de energia elétrica da Romaria.

O pároco Tiago Messias agradeceu a Gestão pelo trabalho prestado e apoio especial aos fiéis da Romaria em todos os aspectos descritos. Além disso, agradeceu ao Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur).

Romeiro há 72 anos, Abílio Quirino, não escondeu a felicidade em poder desfrutar da Romaria. “Eu me sinto alegre e satisfeito em vivenciar este momento único e especial. Foi tudo muito bom, a Prefeitura e todos estão de parabéns pelo cuidado com a Romaria e com nós romeiros, não faltou água, limpeza e ainda tinha atendimento de saúde”, avaliou.

Festejo

A Romaria da Sucupira teve início no século XIX e se mantém viva e com forte atuação no âmbito da comunidade católica local.

Muitos romeiros construíram a própria casa de alvenaria para aproveitar com mais comodidade os quatro dias de fé e alegria, enquanto outros ainda são adeptos da tradição de barracos de palha de coco e de buriti.

No entanto, o prefeito José Salomão faz um alerta sobre a construção dos chamados “barracos de palha” na Romaria. “É um grande risco a casa de palha, por conta da facilidade de pegar fogo, conforme já aconteceu. O melhor é estruturar a Romaria, para quem sabe se tornar um povoado”, salientou o Prefeito.

Deixe um comentário

Comentário sujeito a análise. Após o envio seu comentário será avaliado por nossa equipe para visualização.

O Portal da Prefeitura de Dianópolis-TO utiliza cookies para melhorar a sua experiência.
De acordo com a nossa Política de Privacidade, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Continuar
Precisa de ajuda?